Endurance – Muitas novidades nos protótipos

A resistência tem provado ser uma das categorias a “caçar” bons pilotos, resultando quase sempre em excelente corridas, emocionantes quer tenham 4, 6, 12 ou 24h. Muitos pilotos, desiludidos pela falta de oportunidades (€€€) na Fórmula 1 decidem envolverem-se nas corridas duras, dignas de super máquinas, super engenharia e super homens e mulheres. Outros dedicam-se uma carreira inteira aos protótipos ou GT’s, muitas vezes atingindo patamares de sucesso inacreditáveis.

Resumindo, o endurance está bom e ainda pode melhorar muito. Para isso contamos já com muitas novidades para 2017, quer seja no ELMS, IMSA ou WEC, apenas para destacar os principais campeonatos da resistência. Vamos compilar as grandes alterações para 2017 e 2018, em termos de novos protótipos.

BR Engineering/Dallara em LMP1

O presidente da BR Engineering e o CEO da Dallara assinaram um acordo para a construção de um chassis LMP1, que será utilizado em 2018 pela SMP Racing, a equipa russo que compete actualmente em LMP2. O chassis, construído de raiz pela Dallara, que já fornece chassis para IndyCar, WEC, ELMS, GP2, GP3, Formula 3.5 V8, Super Formula, F3 e Formula E, competirá na subclasse dos privados dentro da maior classe do FIA WEC.

O ano de 2017 servirá para o design do novo protótipo,  a sua construção, testes e homologação.

Mazda RT24-P DPi

Com estreia marcada para Janeiro nas míticas 24h de Daytona, a Mazda apresentou o novo protótipo que competirá no campeonato IMSA. O nome do chassis significa “Road to 24” e será a equipa SpeedSource que ficará encarregue de operar 2 novos carros no IMSA.

foto: Mazda
foto: Mazda

A Mazda é a primeira de três equipas que apresentarão os novos DPi, com a Nissan e a Cadillac ainda na calha para 2017.

Rubens Barrichello no ELMS

O ex-piloto de F1 Rubens Barrichello, fará dupla com o também ex-F1 Jan Lammers num Dallara LMP2 da Racing Team Nederland, que participará no European Le Mans Series de 2017, assim como na edição do próximo ano das 24h de Le Mans.

Os dois têm já experiência no endurance, com predominância para Lammers, mas o vencedor das 24h de Le Mans de 1998 já não compete desde 2001, quando partilhou o volante de um LMP1.

Novos line up na Porsche… e Toyota?

Com a saída de cena da Audi, a “prima” Porsche aproveitou André Lotterer, na nossa opinião um dos melhores pilotos de resistência actuais. Falta saber que piloto actual da equipa vai ceder o lugar, já que Mark Webber deu o lugar para 2017 a Nick Tandy. Nick Tandy já venceu Le Mans, com Hulkenberg e Earl Bamber, nome que também foi equacionado para o lugar em questão. Mas a escolha recaiu sobre Tandy, um piloto já experiente e com provas dadas no Endurance, tendo vencido também Petit Le Mans, outra clássica do Endurance.

wec-bahrain-2013-andre-lotterer

Quanto à Toyota ainda não há nenhum anúncio oficial, mas existem bastantes rumores que tanto a marca nipónica, como a campeã em título, a Porsche terão 3 carros ao seu dispor nas 24h de Le Mans. Isso poderá dizer que os restantes homens da Audi que ainda não encontraram lugar no WEC, possam pilotar uma máquina dos LMP1.

Pedro Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.