F1 – Massa irá adiar a reforma da F1

É já um tema muito debatido e parece fazer cada vez mais sentido o cenário proposto pelas várias publicações… Massa terá recebido uma proposta de 6 milhões para adiar a reforma da F1 e fazer mais um ano no grande circo.

A proposta vem da Williams que está perto de perder o seu homem forte para 2017, Valtteri Bottas. O finlandês é o homem escolhido para a vaga de Rosberg e assim a Williams precisa de um piloto de créditos firmados para fazer par com o jovem Stroll.

A escolha de Bottas por parte da Mercedes merece algumas considerações: A escolha óbvia para o lugar de Rosberg seria Wehrlein. O jovem alemão é da casa, já testou o carro deste ano e os pneus para 2017, mostrou que tem condições para singrar na F1 e seria uma aposta a médio prazo da equipa. Mas dizem os rumores que Hamilton vetou a entrada de Pascal por ser uma situação muito semelhante a sua quando entrou na McLaren com Alonso. E Lewis é inteligente nesse aspecto. Depois do episódio de Abu Dhabi, a margem de Hamilton foi reduzida drasticamente e o britânico tinha à sua espera um 2017 muito complicado de gerir com a equipa a desconfiar dele. Mas Rosberg fez-lhe um favor tremendo ao retirar-se: Hamilton passou de uma posição fragilizada para uma posição de força, afinal é ele a estrela da equipa e as chefias têm a noção que é um dos melhores do grid e será ele a garantir a luta pelo título. A entrada de Wehrlein poderia complicar tudo. Se o jovem começasse a dar nas vistas nas primeiras corridas a equipa iria ficar entusiasmada e poderia colocar o foco todo em Wehrlein. Hamilton sabe o que é pois foi o que lhe aconteceu na McLaren, onde chegou e puxou o tapete a Alonso.

foto: imago/Pakusch
foto: imago/Pakusch

Há quem diga também que Wehrlein foi tão rápido  nos testes que terá deixado Hamilton surpreendido… Mas achamos que isso já é folclore e se Hamilton não tem medo de Alonso não era Wehrlein que o assustaria. A única coisa que ele provavelmente receia é que a equipa apoie mais o jovem alemão que ele por isso tratou logo de evitar essa hipótese.

Com todos os pilotos com contrato assinado a única hipótese seria recorrer a uma das equipas que usam motores Mercedes para tentar ir buscar os pilotos: Bottas e Perez eram as opções lógicas.Perez a meu ver é melhor que Bottas e por isso mesmo iria sempre pôr em causa a harmonia da equipa, ele que tem uma fama que não abona muito a seu favor. Bottas tornou-se então a melhor opção por ser um piloto agenciado por Wolff, que o conhece bem, por ser um piloto que coloca os interesses da equipa acima dos seus, rápido, muito consistente e que não deverá entrar em querelas com Hamilton, numa equipa extremamente desgastada pela luta de egos de Hamilton e Rosberg e que quer agora uma dinâmica mais fácil de gerir.

bott-21

Assim a Mercedes quer trazer Bottas a troco de um desconto jeitoso nos motores além de facilitar a ida de Paddy Lowe para a Williams. A Williams torceu um pouco o nariz mas não pode bater muito o pé a marca que lhe fornece o motor e que pode pôr em causa todo o esforço da equipa em tornar-se de novo competitiva. E não pode cortar as asas a Bottas que tem assim uma oportunidade de ouro.

Para substituir Bottas a Mercedes propôs Wehrlein mas a equipa ficava com um line-up demasiado inexperiente e pior… a Martini ficava sem uma cara para a publicidade pois não convém ter malta demasiado nova a fazer publicidade a bebidas alcoólicas. Assim a hipótese Massa ganhou força: o brasileiro já não tem a velocidade de outros tempos mas ainda tem qualidade suficiente para mais um ano e a equipa ganha assim um piloto experiente, que conhece a casa e que garante resultados para 2017.

Pode não ser a melhor opção mas não havia outras soluções. A única que fazia sentido era Nasr, que tem talento mas não o mostrou o seu potencial este ano. Mas se Massa aceitar, o seu compatriota fica com poucas opções… ou nenhumas.

felipe-massa-valtteri-bottas-williams-austrian-gp_3161743

Assim tudo parece encaminhado para o regresso de Massa e a ida de Bottas para a Mercedes. Numa altura em que a entrada de jovens talentos é uma constante, a Williams foi obrigada a pensar de forma diametralmente oposta. Não sou apologista de regressos mas na verdade Massa nem teve tempo de ir embora e na posição da Williams a escolha faz sentido. Apenas nos próximos dias haverá confirmações mas parece definido mais um louco capitulo neste ano 2016 na F1

 

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.