Moto2: Miguel Oliveira testou em túnel de vento

Antes do desejado regresso ás pistas aos comandos da KTM Moto2 Miguel Oliveira esteve nos dois últimos dias na Suiça para um teste distinto com a moto austríaca. Nos túneis de vento do Hepia em Geneva na Suiça foi Miguel Oliveira o piloto responsável pelo regresso da máquina austríaca a este centro para dois dias de trabalho ao redor da aerodinâmica da sua nova moto para 2017, o mesmo onde durante o passado mês de Setembro a KTM tinha já estado com os seus pilotos de testes.
 
“Foram dois dias de trabalho intenso onde experimentámos muitas pequenas coisas. No primeiro dia fizemos sensivelmente 40 testes e no segundo atingimos mesmo o número de 50 testes. O objectivo era procurar encontrar as melhores soluções aerodinâmicas ao redor de elementos sempre problemáticos, como a passagem de ar na zona dos radiadores ou na suspensão dianteira, onde pode ocorrer sempre muita turbulência que prejudica a progressão da moto. Na realidade não sentimos grandes melhorias como resultado geral mas isso revela que a moto foi muito bem desenhada do ponto de vista aerodinâmico.”
 
De regresso a Portugal Miguel Oliveira deverá regressar em breve aos comandos da sua moto para as derradeiras sessões de testes antes do arranque do campeonato do mundo agendado para o dia 26 de Março no circuito de Losail no Qatar. Antes da primeira prova do campeonato estão ainda agendados os dois testes IRTA em Jerez de La Frontera e Qatar, com a equipa a ter igualmente testes privados agendados antes dos oficiais.
Press Info

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.