F1 – GP da Austrália 2017: Antevisão da prova

É hora! A espera terminou e podemos rejubilar de alegria… a F1 vai começar a sério! Melbourne é novamente o palco do regresso do grande circo à competição e em um ano muito mudou. O campeão foi coroado e resolveu sair de cena, os carros são agora mais rápidos, a administração é diferente. Muitos capítulos foram escritos ao longo de 2016 e agora em 2017 tudo recomeça.

Se Albert Park já tinha sido usada nos anos 50 como pista de automobilismo mas apenas em 1996 passou a ser paragem obrigatória da F1, numa altura em que Adelaide deixou de receber o GP e a ronda australiana passou a ser a primeira do calendário.

O circuito usa várias secções de estradas que rodeiam o lago artificial do parque. Aquando da 1ª corrida neste circuito em 1996, foram realizadas obras e o pavimento foi mudado de forma a dar uma superfície mais suave. A 1ª pole foi de Jacques Villeneuve, sendo a primeira vitória de Damon Hill.

É uma pista relativamente simples, sem nenhuma “ verdadeira “ recta, excepto a da meta. O circuito é algo estreito o que dificulta as ultrapassagens. É um citadino e como tal os erros costumam-se pagar nas barreiras. Por falar em barreiras, as novas velocidades dos monolugares levaram a colocação de medidas adicionais de protecção e algumas alterações nos correctores. As escapatórias não abundam em Albert Park é todas as medidas de precaução foram tomadas para evitar surpresas desagradáveis.

 

Quanto à meteorologia, parece que vai ajudar à festa, embora a chuva ameace marcar presença nas sessões de treino. No entanto qualificação e corrida deverão precisar de slicks e os espectadores no local poderão esquecer os guarda chuvas… em principio.

 

Pontos de interesse

Tudo é motivo de interesse neste regresso à competição. Já ontem publicamos uma série de dúvidas cujas as respostas nos serão dadas ao longo desta época, mas o sentimento geral é de entusiasmo. As novas máquinas convenceram os fãs, embora muitos se queixem ainda da falta de alma dos motores. Há ainda dúvidas sobre as ultrapassagens e há rumores que apontam que as zonas DRS serão aumentadas depois do GP da China uma vez que o efeito do DRS nestes novos carros não é eficaz e não se vai notar tanto como tal espera-se que haja um aumento nas distancias das zonas de arrasto reduzido. Mas em Melbourne não se notará tanto isso pois as zonas DRS são relativamente pequenas.

Com ou sem ultrapassagens, espera-se uma luta acesa na frente do pelotão. Mercedes e Ferrari deverão ser as máquinas a liderar a contenda. Mercedes deparou-se com alguns problemas na unidade motriz que entretanto terão sido resolvidos e a Ferrari vai querer começar a ver render o investimento de 100 milhões que fez em ferramentas de simulação para enfrentar este novo ano. Para já está tudo muito equilibrado e pela primeira vez temos realmente algumas dúvidas sobre quem levará a melhor… A luta Hamilton vs Vettel poderá ser o prato principal com os dois finlandeses a apimentar mais o petisco. Um pouco mais atrás teremos a Red Bull que estará à espreita de um tropeção dos homens da frente. Ricciardo disse que estão 0.5 segundos atrás da Mercedes o que ainda é muito mas quem sabe não vem lá surpresa!

Na luta pelo top 5 teremos também argumentos de peso para nos prender aos televisores, a horas pouco recomendáveis. Se a Williams deve ter andamento para assegurar um lugar nos 5 primeiros mas Force India, Renault e Toro Rosso deverão querer mostrar a sua verdadeira valia e tentar também um lugar ao sol. A Renault afirmou que os problemas com o ERS (que complicaram a vida às equipas nos testes) são coisa do passado e que a unidade motriz Renault vai se apresentar fiável e competitiva. Se assim for, vamos ter aqui uma luta brava!

Mais atrás, na terra de ninguém, deveremos ter a Haas, melhor que os piores mas provavelmente sem andamento para as máquinas da frente. Os problemas de travões mantém-se, embora parcialmente resolvidos mas não nos parece que consigam chegar-se às equipas acima mencionadas… um lugar nos pontos já seria motivo de festa.

Na cauda do pelotão teremos… a McLaren e a Sauber. A Sauber já admitiu que não espera muito deste ano (nem nós) mas a McLaren é caso para fazer doer o coração. A mítica equipa continua arrastar-se pelas pistas, muito por culpa do motor Honda. Os japoneses disseram hoje que o motor foi revisto e apresentará níveis de performance e fiabilidade melhorados, mas se a McLaren terminar a corrida com ambos os carros já será bem positivo. Boullier continua a insistir que a Honda tem de assimilar a cultura da F1 (por outras palavras fazer depressa e bem) e Alonso está preparado mental mente para mais um fim de semana de… “mierda”.

 

Há também muita curiosidade para ver como o jovem Stroll se vai dar na sua primeira corrida de F1, se Kvyat vem com vontade de mostrar serviço, se Ocon lida bem com a mudança para a Force  ( e para o rosa) e se Palmer começa a mostrar mais potencial. Gostaríamos de incluir Vandoorne aqui mas a falta de qualidade da sua máquina não lhe permitirá brilhar muito…

Dados do circuito:

Comprimento da pista: 5.303km

Nº de voltas: 58

Volta mais rápida em corrida: Michael Schumacher, 2004, 1:24:125

Volta mais rápida: Sebastian Vettel, 2011, 1:23:529

Maior secção em aceleração máxima: 843m

Nível de apoio aerodinâmico: Elevado

Consumo de combustível por volta: 1.7Kg

Pneus:

 

 

Horários (hora portuguesa):

 

 

Traçado da pista:

 

 

 

Onboard da pista:

 

 

No ano passado foi assim:

 

 

 

 

Fábio Mendes

Um pensamento sobre “F1 – GP da Austrália 2017: Antevisão da prova

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.