MotoGP:GP das Américas – Conferência de Imprensa

Maverick Viñales:

“O importante é trazer sempre o máximo de pontos para casa. Se conseguirmos ficar em 2.º lugar, então conquistámos 20 pontos que não é anda mau. Estamos na 3.ª corrida e sabemos que a moto é bastante forte na Europa.”

 “A vida muda, mas eu continuo concentrado. Treino tanto e procuro sempre ser mais rápido. A vida, para mim, mudou nesse sentido. Perco mais tempo.”

17634320_1386706971372440_6259391422624828302_n

“Acho que nos podemos dar bem, o meu estilo de pilotagem adequa-se bem a esta pista. Se dermos 300% podemos estar na frente e tentar vencer. O Marc é impressionante aqui, mas estamos num bom nível e estamos em boa forma. Se conseguirmos dar tudo, tudo faremos para vencer e estamos confiantes num bom resultado. Vamos tentar dar tudo, ser inteligentes e trabalhar bem para as últimas dez voltas, pois aí é que a corrida vai ficar mais complicada, especialmente no desgaste para o pneu de trás.”

Johann Zarco:

“Liderar seis voltas no Qatar foi bom a nível de confiança, foi bom para mim. O objectivo não é lutar pelo título e por isso pude desfrutar e aprender muitas coisas. Esta confiança ajudou-me a batalhar na Argentina na primeira metade da corrida, depois a segunda metade foi mais complicada. Veremos o que posso fazer”

“Quero manter estes objectivos, dar tudo na moto e ver em que nível estou. Se continuar a forçar desta maneira pode ser bom para mim.”

18010458_10155048314593046_8675247651688598459_n

“Depois do Qatar, percebi que posso ser muito mais falado. É sempre bom e é preciso pensar positivo. Obrigado a todos! Sei que sou um bom piloto mas as categorias mais pequenas são, igualmente, difíceis. Os pilotos são jovens e eles são bastante promissores. A minha posição no MotoGP pode fazer com que as pessoas olhem de forma diferente para as categorias mais pequenas.”

Alvaro Bautista:

“Sorrio porque desde o primeiro teste com a Ducati me senti bem na moto. Sinto que o meu desempenho com esta moto e nesta equipa é muito bom. Quero tentar manter este nível”

17759841_821778384640019_8503426093264781883_n.jpg

“Vejo os pilotos de fábrica que estão a ter alguns problemas. A GP16 já esta evoluída e temos dados de outros anos. Trata-se de uma moto que lutou por pódios e que venceu corridas.”

Cal Crutchlow:

“O resultado na Argentina foi bom depois de decepção no Qatar. A Honda trabalhou muito bem e a minha equipa também. Espero ter aqui um arranque complicado mas no sábado espero estar competitivo. Estamos a demorar um pouco a afinar a moto a cada circuito mas gosto desta pista. Quando cá viemos pela primeira vez fui quarto, e depois não correu tão bem. Mas é uma boa pista e é competitiva para certas motos em determinados sítios e para outras noutros sítios.”

17757450_10155238395939044_3812069650169743126_n

Marc Márquez:

“Não tive o melhor arranque da época, mas a temporada é longa. Sinto-me forte na moto, temos de melhorar mas sinto-me muito bem. Aqui é o melhor circuito para conseguir um bom resultado. Vamos ver onde estamos no domingo e qual o nível dos pilotos da Yamaha, que parecem ser os mais fortes.”

17799212_1248035451931599_4960866044565174980_n

“Estou contente como me sinto. Veremos se conseguimos lutar pela vitória. Tem sido bom para mim mas todos os anos são diferentes  e tudo pode mudar. Ainda não temos a melhor base nas afinações, temos de melhorar aí.”

“Por essa razão caímos tantas vezes ao longo das temporadas. A temporada passada foi assim. Mudámos muito o setup entre estas duas primeiras corridas. Nos testes tivemos muito tempo para mudar o setup e agora nos fins-de-semana não temos tanto.”

Valentino Rossi:

“O Inverno não foi fantástico. Temos tido problemas nos treinos livres mas fizemos boas corridas e conseguimos bons pontos, foi um bom arranque. Tenho tido demasiados problemas, veremos se o que descobrimos na moto na Argentina nos pode ajudar aqui. É um pista muito longa, com muitas curvas e muitas curvas diferentes. É exigente para os pneus e para os pilotos”

17634532_10155545909030769_1204580598107465113_n

“Para mim esta pista não é espectacular a nível de resultados, mas tenho sido competitivo. O Marc consegue sempre encontrar algo e é muito forte aqui. No início da época o importante é fazer pontos. Depois desta corrida vamos finalmente para a Europa. É sempre diferente mas há muitas pistas de que gosto. Por isso o mais importante é fazer pontos e estar no pódio.”

(Fonte : Motorcycle Sports)

Ricardo Fontelas

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.