CNR – Rali Casino de Espinho: Vieira apostou forte e venceu

O rali Casino de Espinho teve como grande protagonista Carlos Vieira que desta vez chegou ao primeiro lugar do pódio depois de uma prestação fantástica. Um prémio merecido para um piloto que tem vindo a mostrar cada vez mais qualidade ao volante do DS3.

 

A primeira especial da prova, realizada ontem à noite, levou o carimbo de João Barros, que ficou em primeiro da tabela de tempos, por escassa diferença para o 2º classificado…Carlos Vieira. Miguel Barbosa, Pedro Meireles e Carlos Teodósio fechavam o top 5.

Mas hoje estava visto que o dia era de Vieira. O homem do Citroen mostrou ao que vinha e arrecadou logo a liderança do rali, mesmo não vencendo a primeira especial do dia, tarefa que ficou a cargo de José Pedro Fontes que recuperava um atraso de mais de 4 segundos. Barros começava a perder terreno, tal como Barbosa e Teodósio era penalizado, acabando por perder 27 segundos.

Na PEC 3, Vieira voltou a vencer, com Fontes por perto e a assumir a 2ª posição do rali. João Barros não tinha argumentos para o duo da frente e Pedro Meireles roubava o lugar a Barbosa na geral. O mesmo aconteceu na PEC4 e PEC5.

Na PEC7 Fontes começou a responder a Vieira mas já estava a mais de 7 segundos do líder da geral. Barros mantinha-se em 3º, Meireles em 4º e e Joaquim Alves fechava o top 5. A PEC8 mostrava um José Pedro Fontes determinado em encurtar distâncias, sendo que ficava apenas a 5.5 segundos de Vieira. Atrás não havia grande mudanças.

Na PEC9, Fontes voltou a ganhar terreno e na PEC10 também mas já não foi a tempo de roubar a vitória a Vieira que assim venceu o rali com 4 segundos de vantagem. Barros fechou o pódio com um confortável 3º lugar. Miguel Barbosa e Joaquim Alves completaram o top 5 da prova.

Mas duas rodas motrizes foi Paulo Neto o vencedor ficando à frente de Gil Antunes e Daniel Nunes. Destaque para a saída de pista do primeiro líder nesta categoria Pedro Antunes que entregou assim a vitória a Neto. No grupo N Carlos Martins foi o vencedor aproveitando da melhor forma a penalização de Ricardo Teodósio.

Destaque para Carlos Vieira que foi um justo vencedor e que tem evidenciado uma evolução notável, aliando consistência à rapidez. José Pedro Fontes ficou desta vez não levou a melhor mas conseguiu mais um pódio, o suficiente para garantir que está na luta pelo título. Fontes terá demorado um pouco a responder a Vieira mas mais uma vez os homens da Sports&You a darem espectáculo, animando o rali.

 

A PEC 6A e 6B foram anuladas o que encurtou ligeiramente a prova.

Classificação final:

 

fontes e foto: autosport.pt

 

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.