ERC -Rally Islas Canarias: Lukyanuk vence de forma dominante e Magalhães volta a dar nas vistas

Depois de ontem Lukyanuk ter sido a estrela do dia com um domínio avassalador, hoje a história repetiu-se no Rally Islas Canarias 2017. O russo venceu a maioria das PE e foi apenas incomodado ligeiramente por Kajetanowicz que venceu duas, ao contrário do dia anterior, em que o russo “acampou” na primeira posição da tabela de tempos. Lukyanuk venceu o rali, e Bruno Magalhães conseguiu fechar a prova em 3º. Mais um excelente resultado para um piloto que pouco ou nada testou o seu Skoda no asfalto, que teve o primeiro contacto com este rali e foi capaz de dar luta ao campeão em titulo do ERC. Merece continuar a sua aventura no ERC. 

 

A primeira PE do dia (PE7) teve como homem mais rápido Lukyanuk, com Suarez em Peugeot e Monzon em Ford a fechar o top 3. O destaque ia para o 4º lugar de Ares e Hyundai e para Magalhães, que depois de ontem ter feito uma recuperação fantástica, fazia apenas o 10º tempo, perdendo o 2º lugar para Kajetanowicz. acusando a falta de experiência neste rali e as condições dos troços molhados.

A PE8 teve como vencedor Kajetanowicz, com Lukyanuk apenas a fazer o 5º tempo. Magalhães subia ligeiramente o andamento e fazia o 7º tempo e começava a ser pressionado por Ares na geral que estava a a apenas 3 segundos do 3º lugar.

 

Lukyanuk reestabeleceu a normalidade na PE9, sendo o mais rápido seguido de Kajetanowicz e a luta que começava a aquecer o rali era pelo 3º lugar, com Magalhães a ganhar 2 segundos a Ares, que assim ficava a 5 segundos do piloto luso.

Lukyanuk mantinha o ritmo alucinante na PE 10 voltando a vencer a especial. Kajetanowicz perdeu muito tempo nesta especial, tal como Ares, o que permitiu a Magalhães ganhar uma vantagem de  13 segundos para o espanhol e aproximar-se do 2º de Kajetanowicz, que estava apenas a 4 segundos. Se o vencedor do rali estava praticamente encontrado, a luta pelos restantes lugares no pódio estava  ao rubro.

 

Na PE11 Kajetanowicz foi o mais rápido, à frente de Lukyanuk e Ares a fechar o top 3, com Magalhães a perder tempo para o 2º e o 4º classificado. A 3ª posição parecia fácil de segurar, com 11 segundos de vantagem mas o 2º parecia agora mais longe, com Kajetanowicz agora a 7 segundos do piloto português.

 

Na última PE da prova,  para não variar, Lukyanuk foi o mais rápido, à frente de Ares que tentou o assalto final ao 3º lugar mas não conseguiu pois Magalhães segurou a posição e conquistou o último  lugar do pódio. Kajetanowicz não vacilou e segurou o 2º lugar, definindo assim o pódio da prova espanhola do ERC.

Destaque para Lukyanuk que foi o grande dominador da prova vencendo 10 em 12 PE, o que mostra a força do piloto russo nesta prova. Kajetanowicz teve de suar para conseguir o segundo, graças a mais um excelente esforço de Magalhães, que mais uma vez mostrou talento e qualidade. Pouco tempo para testar, uma prova desconhecida, condições complicadas mas mesmo assim conseguiu um lugar no pódio. Que grande prova e a manutenção da liderança no campeonato! Destaque também para Ares que passou algo despercebido no primeiro dia mas que conseguiu levar o seu Hyundai I20 R5 para a luta pelo pódio. Um bom esforço do espanhol.

Resultado da última PE e geral:

 

 

 

Fábio Mendes

 

 

 

Fotos: Ricardo Oliveira / @World

 

 

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.