WEC – Pedro Lamy impecável em Spa, com a Toyota a vencer em LMP1

Uma bela preparação para Le Mans! As 6h de Spa-Francorchamps foram agradáveis de se assistir, mas a classe LMP2 foi a mais mexida. Vamos ter espectáculo garantido em Le Mans no próximo mês.

Pedro Lamy venceu na classe GTE-Am, coadjuvado por Paul Dalla Lana e Mathias Lauda, muito confortavelmente, mesmo tendo a tripulação sido penalizada em 10s por infringir os regulamentos na grelha de largada. Foi um fim de semana perfeito para o melhor Aston Martin em Spa em ambas as classes.

Classificação dos GTE-Am

Na principal classe do mundial, os LMP1, a luta entre Toyota e Porsche pendeu para os asiáticos. Um dos momentos da corrida, foi o choque entre o Porsche #2 de Hartley, Bamber e Bernhard com um dos carros dos LMP2, obrigando o #2 a parar para trocar a frente, perdendo para a Toyota a liderança.

Entre os 3 Toyota, a corrida decidiu-se entre os carros #8 e o #7, com trocas constantes entre as duas tripulações. No final a vitória das 6h de Spa foi para o Toyota #8 . O terceiro carro da marca, perdeu várias posições e tempo, logo na travagem para a curva 1 na partida, com Nicolas Lapierre a falhar a travagem e a ter que seguir para a escapatória.

Não contamos uma vitória “fácil” para a Toyota em Le Mans, só por terem vencido em Spa, até porque em 24h muito se passa e a diferença entre carros não se notará tanto em Le Mans.

Classificação dos LMP1

Na classe que mais mexeu durante as 6h de corrida, os LMP2, foi o Oreca da G-Drive Racing, de Rusinov, Lynn e Thiriet. O #26 terminou à frente do Vaillante Rebellion (que bom é escrever o nome desta equipa!) #31 com Senna no volante no último stint (Nicolas Prost e Julien Canal são os outros pilotos). Em terceiro ficou o Oreca da TDS Racing de François Perrodo, Emmanuel Collard e Ben Hanley.

Top 5 dos LMP2

Nos GTE-Pro, correu tudo bem de feição para a AF Corse, com o Ferrari 488 GTE #71 de Davide Rigon e Sam Bird a vencer as 6h de Spa. Em 2º, ficou a tripulação do outro Ferrari, o#51 de Alessandro Pier Guidi e James Calado. A seguirem-no, estiveram os dois Ford GT, terminando o #66 à frente do #67.

A AF Corse teve de impor ordens de equipa sobre as duas tripulações, porque a luta entre os dois 488 GTE podiam trazer um sabor amargo aos italianos.

Top 5 dos GTE-Pro

 

imagens: wec.com/AdrenalMedia

Pedro Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.