CNVT / TCR Ibérico – Francisco Mora: “Estou muito satisfeito com a prestação do fim de semana.”

Francisco Mora tem motivos mais que suficientes para sorrir quando se lembrar da última ronda do CNVT / TCR Ibérico em Vila Real. O piloto voltou a conquistar uma pole e a vencer uma corrida amealhando mais pontos na sua luta pelo título.

 

Pedimos para Mora fazer um balanço do fim de semana e o piloto não podia estar mais satisfeito.

“Obviamente a corrida 1 foi muito boa, consegui ganhar que era o objectivo que tinha para o fim de semana, assim como acumular o maior número de pontos possível. A corrida 2 foi mais difícil, pois comecei a sentir alguns problemas no carro, essencialmente na caixa de velocidades e tive que gerir ao máximo. Não consegui acompanhar o ritmo do Francisco Abreu que estava muito rápido. A partir daí o plano passou por aguentar a posição e consegui fazer isso. Fui o piloto que mais pontou e consegui alargar distância no campeonato. O TCR está praticamente garantido com a margem que tenho e o nacional também está bem encaminhado por isso estou muito satisfeito com a prestação do fim de semana.”

 

Quisemos saber mais sobre os problemas que afectaram a máquina de Mora e o piloto explicou o que sentiu no carro na corrida 2.

“Nas primeiras voltas ainda puxei, mas cometi um par de erros o que fez com que não me aproximasse o que podia do Abreu, mas numa das curvas reduzi para primeira e senti um estalo na caixa e a partir daí comecei a gerir mais o andamento e deixei de meter primeiras para poupar a caixa. “

Quando confrontado com a eterna questão das ultrapassagens em Vila Real, Mora concordou que é muito difícil de ultrapassar no traçado transmontano mas que forçando é possivel e não é esse pormenor que retira o prazer de condução que tem na “Bila”:

“Eu concordo quando se diz que é difícil ultrapassar. Obviamente se forçarmos mais é possivel, mas é muito complicado ultrapassar, mais ainda com carros muitos semelhantes e com pilotos a usarem trajectórias muito iguais como acontece connosco. A pista é estreita e as chicanes poderiam tornar-se em pontos de ultrapassagens mas como são muito estreitas isso não é possivel. A pista é muito divertida de se fazer e gosto muito de pilotar cá e não é por esse pormenor que tenho menos prazer em correr aqui.”

 

Mais um fim de semana em grande para o actual campeão nacional e líder da tabela. Uma vitória e muitos pontos conquistados e mais um passo decisivo na revalidação do titulo e a conquista do TCR Ibérico.

 

Fotos: Ricardo Fontelas / Miguel Fonseca

Chicane Motores

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s