F1 – GP da Malásia: Pontos de interesse

A F1 está de regresso à Malásia. O circuito de Sepang recebe pela última vez a F1, depois dos promotores do circuito acharem que o investimento feito no grande circo não compensa e que o retorno fica aquém do expectável, até pelo nível de espectáculo exibido. Não temos muitas razões de queixa do espectáculo que tivemos em Sepang nos últimos anos, onde as corridas costumam ser animadas, mas a decisão está tomada.

 

A F1 vai para a 15ª jornada, depois da corrida em Singapura, onde quem apostou pela lógica perdeu dinheiro. O arranque à chuva deu “frio” aos Ferrari que acharam por bem encostar-se ao Red Bull de Verstappen, acabando assim mais cedo com a corrida dos 3 pilotos (sem contar com Alonso). Hamilton viu assim a vitória cair-lhe no colo, ele que estava a contar com um fim de semana de limitação de danos. Saiu com 28 pontos de avanço sobre Vettel e regressa ao local onde perdeu o campeonato no ano passado, com margem de manobra.

Será a Ferrari capaz de responder? – A Scuderia precisa de um fim de semana imaculado,tipo o de 2015, onde Vettel venceu sem espinhas. As contas dos italianos ficaram comprometidas depois do episódio de Singapura e a pressão começa a fazer-se sentir, principalmente em Vettel que tem de responder a Hamilton, correndo o risco de ver o britânico acomodar-se ao primeiro lugar. É uma pista que tendencialmente favorece os Mercedes, já desde os tempos dos V8, mas onde os flechas de prata não venceram nos últimos 2 anos. Interessa relembrar que Vettel já recuperou de desvantagens semelhantes para se tornar campeão e nesta fase do campeonato, tudo é possivel! Do outro lado está um Hamilton motivado, com Bottas cada vez mais a colocar-se na posição de nº2, tendo em conta os resultados e o andamento evidenciado. Não seria de estranhar que a Mercedes começasse a pedir ao finlandês que faça como o seu compatriota da Ferrari.

E a Red Bull? – O Touro Vermelho tem assumido o papel de Hiena da F1, usando inteligência e paciência para aproveitar os restos dos grandes predadores. Verstappen está determinado em mostrar que está ao nível dos melhores e no nº de desistências está numa luta renhida com o melhor de todos… Alonso. Ricciardo deve estar a rezar para que o seu colega de equipa apareça encostado na corrida pois cada vez que isso acontece, ele sobe ao pódio. Em relação ao futuro, a Aston Martin irá ser patrocinadora principal, mas a jogada deverá ser mais ampla com os britânicos a apostarem nos motores híbridos de alta performance para equipas as suas máquinas no futuro. Nada melhor que a F1 para mostrar do que são capazes e o campeonato ficaria a ganhar tremendamente com a entrada da Aston “a sério”.

 

A estreia de Gasly – É como a manhã de Natal, à descoberta dos novos brinquedos. A estreia de um piloto é sempre motivo de interesse e há muita expectativa em relação ao jovem francês. Para assegurar o lugar na Toro Rosso, contou com a preciosa ajuda de Kvyat que fez questão de mostrar tudo aquilo que não se quer num piloto de F1. Tost disse que o russo não mostrou o que podia mostrar e concordamos. Kvyat fartou-se de dar tiros nos pés (já não devem ser pés mas sim coadores) e só pode queixar-se de si próprio. A despromoção no ano passada foi dura e injusta mas teve um ano para recuperar e este ano tinha de ter mostrado mais. Se correr como estamos à espera, Gasly vai deixar água na boca e Kvyat vai ter as malas à porta na segunda. É tempo de procurar outros desafios.

 

Renault optimista – Os franceses esperam ser a 4ª equipa mais rápida em Sepang. Isso implica ficar à frente da Force India que tem desenvolvido um excelente trabalho ao nível da evolução da sua máquina. Não acreditamos que a Renault consiga fazer frente à Force India, mas espera-se uma luta animada, com a Haas, Williams e Toro Rosso a tentar angariar alguns pontos que sobrem desta luta.

 

Williams a olhar para o futuro – É um facto que a época da Williams tem sido de desilusão. Os resultados tem estado longe do expectável e tendo em conta as exigências do traçado deste fim de semana não se esperam melhorias significativas. O ponto de interesse está nos bastidores e na escolha do colega de Stroll para 2018. Massa quer adiar a sua reforma por mais um ano, mas Di Resta mostrou que tem capacidade para ser competitivo, quando substituiu Massa na Hungria. Surge outro nome agora na imprensa… Kubica. A Renault fez a festa e lançou foguetes com o regresso do polaco aos volantes mas quando pensou melhor no futuro tomou a opção óbvia… contratar um piloto jovem e com potencial. Infelizmente o interesse em Kubica não nos parece real e o próprio Pai Stroll parece estar a impedir essa escolha. Kubica é um talento enorme mas o seu tempo na F1 esgotou-se. Entre Di Resta e Massa… estamos divididos, mas sempre ficamos com a ideia que Di Resta podia ter mostrado mais.

 

McLaren sem novidades – Significa que Alonso ainda não renovou. Tudo tem sido feito para agradar o espanhol que está ainda a ponderar todas as suas opções. Depois da oficialização do divórcio com a Honda e do acordo com a Renault, Zak Brown está à espera de Alonso de braços abertos e caneta na mão com um novo acordo. A decisão deverá ser tomada no GP do Japão. Para já a sua entrevista para o IKEA foi negativa, com o espanhol a mostrar pouco talento na remodelação de interiores. É hoje notícia que Alonso fez um buraco na parede quando viu a repetição da largada e que ficou frustrado quando viu que podia ter ficado numa posição privilegiada. Não somos de envenenar, mas apostamos que o murro foi dado onde se pode ler a palavra “Honda”.

 

Meteorologia – A Malásia costuma oferecer temperaturas muito quentes, muita humidade e frequentes chuvas, o que poderá ser um factor decisivo neste fim de semana. A previsão aponta para a ocorrência de chuvas mas é melhor esperar para ver se isso se confirma.

Horários (PT)

 

Dados da pista:

 

História e Onboards:

 

 

Classificação geralhttps://www.formula1.com/en/results.html/2017/drivers.html

 

Conferências de imprensa:

 

 

 

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.