F1 – GP do Japão: 5 motivos para se levantar mais cedo no domingo

Já sabemos que a malta ao fim de semana gosta de dar mais horas de serviço ao colchão e que a máxima “de manhã é na caminha” faz ainda mais sentido. Mas para os fãs da F1, por vezes, há necessidade de fazer um esforço para vermos o desporto que amamos pois afinal, ao contrario do que se diz por aí, a Terra é redonda e se num lado o sol brilha no outro ainda é escuro. Assim, vamos tentar encontrar motivos para justificarem às vossas caras-metades ou a quem vos vir na rua com olheiras mais trabalhadas, o porque da vossa escolha

 

#1 – A pista de Suzuka

Somos fãs do Mónaco pelo glamour, de Spa pela velocidade, mas há pistas que tem um lugar especial no nosso coração… Vila Real por motivos óbvios é aquela que nos faz sorrir mais, mas Suzuka é fenomenal. A pista, que também é casa da Honda, tem um traçado único, em 8, com sucessões de curvas deliciosas, que dão um gozo tremendo ver. Éramos fãs da pista, mas quando tivemos oportunidade de a experimentar nos simuladores, ficamos rendidos. Não há uma curva que possa dizer que me agrada menos e os pilotos são unânimes em dizer o mesmo. Suzuka é das melhores pistas do mundo e com os fãs mais divertidos.

#2 – A Ferrari no centro das atenções

Em Singapura foi o toque na primeira curva, em Sepang foi o carro de Kimi que nem largou e a recuperação fantástica de Vettel, que ficou manchada com o toque em Stroll, que agora se diz que foi propositado para evitar ficar sem combustível antes de chegar às boxes, o que implicaria uma desqualificação. Se foi realmente de propósito a estratégia foi arriscada, pois os danos na caixa podiam dar trabalho extra ao alemão mas afinal foi só “chapa batida”. A Ferrari tem o melhor carro do grid, ou pelo menos aquele que consegue ser o mais competitivo em todas as pistas ( o W08 da Mercedes é uma dama de temperamento mais complicado) mas os últimos resultados não espelham esse facto e do lado das chefias já há vontade em ver cabeças rolar. E se a Gina está assim tão boa, alguns apontam a postura de Vettel como a principal responsável pelo défice de pontos que o #5 enfrenta. Já foi líder do campeonato mas perdeu muitos pontos, alguns sem culpa, mas outros fruto de exageros. E como não se adivinha que a Mercedes queira abrandar, Vettel tem de ganhar as corridas todas até ao final para ser campeão. Culpado ou não, Vettel é a melhor arma para trazer de volta os tempos de glória em Maranello, mas para isso têm imperativamente de voltar às vitórias, já este fim de semana.

#3 – Mercedes com muitas interrogações

Os tempos em que a Mercedes ganhava “à vontadinha” já acabaram e a equipa tem noção de que as duas últimas corridas não foram catastróficas porque a Ferrari teimou em dar tiros nos pés. O domínio dos Flechas de Prata acabou e começaram as dores de cabeça para os engenheiros. O carro alemão (feito em Inglaterra é certo) tendencialmente não gosta de temperaturas muito quentes, nem muito frias. Na temperatura ideal é imbatível, mas a Mãe Natureza faz o que tem a fazer e pouco se importa se o monolugar prateado se constipa ou sofre de golpes de calor. É este equilíbrio frágil que a equipa tem de gerir até ao final do ano. Hamilton tem feito a sua parte e quando a máquina parece com pouca vontade, puxa do seu enorme talento para compensar. Já Bottas tem sentido mais na pele o temperamento volátil do W08 e tem ficado mal na fotografia. Será a Mercedes capaz de voltar a mostrar competitiva? Terá Hamilton capacidade para fazer frente aos Ferrari? Irá Bottas mostrar mais do que tem feito? Muitas interrogações que só serão respondidas a partir de amanhã.

 

#4 – Red Bull com nova oportunidade de ouro

Os Bulls começaram o ano de forma tímida e o RB13 realmente trouxe consigo azar e pouco andamento. Mas quem tem Newey tem tudo e a equipa foi capaz de dar a volta ao texto (como faz invariavelmente) e transformar um chassi mediano num dos melhores, senão o melhor do grid. Em Suzuka, uma das pistas mais exigentes ao nível dos chassis, terão nova oportunidade de mostrar isso mesmo. Ricciardo está em grande forma e mostra-se muito motivado para a ronda japonesa, tal como Verstappen que deu um murro nos dentes ao azar e que acabou finalmente uma corrida… por coincidência (ou talvez não), terminou no primeiro lugar. Ou seja temos um chassis excelente, dois excelentes pilotos e um motor exc… bom. Sim o motor é ainda a parte menos apurada do carro, mas ainda assim com argumentos para vencer no Japão. 

 

#5 – McLaren/Honda pela última vez juntos por terras nipónicas

A famosa expressão “GP2 engine” (motor de GP2) foi dita no traçado japonês, de forma bem audível, por um espanhol fod… frustrado, para que não restassem dúvidas que o material da Honda era fraco (perdoem-nos o eufemismo). No último ano da pareceria, a Honda está com vontade de jogar um trunfo em casa, colocando um novo motor, mais potente, mas que implicará a respectiva penalização, que levará os carros até ao final do grid. Que fazer? Apostar tudo no chassis (que é muito bom) e tentar sacar pontos importantes, ou colocar um motor novo, largar do final e tentar uma recuperação digna desse nome. Esta é a dúvida que atravessa a equipa. Mas tendo em conta que quando se muda de motores por aqueles lados as melhorias são poucas ou envolvidas em muito fumo se calhar a equipa vai jogar pelo seguro. O que é certo é que em Suzuka, com a capacidade que o chassis britânico mostra, top 10 é uma obrigação.

 

 

Há ainda a luta pelo meio da tabela, em que a Williams deverá ter problemas dado a exigência da pista, com a Toro Rosso e Renault a aproveitar para se chegar mais perto da Force India. Pierre Gasly terá a sua segunda prova na F1, numa pista que já conhece bem e onde poderá mostrar mais um pouco do que pode fazer. Por fim há ainda a questão da meteorologia, cuja previsão dá chuva para o fim de semana, que poderá baralhar tudo e dar-nos uma corrida completamente diferente. Mas quando falamos de Suzuka e chuva ainda temos alguns arrepios na espinha… Não nos esquecemos de ti Jules.

Horários

 

 

Dados da pista

 

 

Classificação geralhttps://www.formula1.com/en/results.html/2017/drivers.html

 

Onboard da pista

 

 

Conferências de imprensa

 

 

 

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.