Estrada – Volkswagen Polo: a nova referência do segmento?

Já se encontra disponível para compra nos concessionários da marca alemã, o novo Volkswagen Polo, que a cada geração nova, fica maior e mais parecido ao seu irmão mais velho, o Golf. Com isso há uma questão intrigante que devemos ter em conta, mas falarei sobre ela no fim deste artigo …

Para esta nova geração, o novo Polo surge completamente renovado, com um design e linhas da carroçaria bem diferentes da anterior geração. Em relação ao anterior modelo, este novo Polo é mais largo, mais baixo e mais comprido cerca de 8,1 cm. A sua distância entre eixos aumentou uns incríveis 9,2 cm e com isso o espaço a bordo ficou maior e mais desafogado para os passageiros.

Para as famílias que optam por comprar este novo VW Polo para carro familiar, fiquem a saber que a mala agora está maior, aumentou 71 litros, tendo agora uma capacidade total de 351 litros, isto sem rebater os bancos traseiros. Como vem a ser hábito neste segmento, este novo Polo perdeu a carroçaria de 3 portas e só está disponível com 5 portas.

Na ordem do dia dos novos automóveis especialmente nos segmentos mais baixos, está a personalização e a Volkswagen não quis ficar atrás. A linha central do tablier tem 8 cores diferentes para escolha, os bancos podem ser personalizados também e para o exterior a VW disponibiliza 14 cores para escolha. Já os materiais escolhidos para o interior, são iguais aos que podemos encontrar na restante gama VW, ou seja, de muito boa qualidade, sem falhas de montagem nem ruídos parasitas e agradáveis ao toque.

Passando para o capítulo dos motores, este novo VW Polo tem motores a gasolina e motores a gasóleo. Tem também uma motorização a gás natural (TGI), mas não estará disponível para venda no nosso país. Portanto nos motores a gasolina, temos para escolha o 1.4 MPI de 65 cv, o 1.0 de 75 cv, o 1.0 TSI de 95 e 115 cv e para o mais desportivo Polo GTI temos o bloco 2.0 TSI de 200 cv e 320 Nm. No próximo ano chega um motor 1.5 TSI de 150 cv, que conta com o sistema de desactivação de 2 cilindros em baixa carga de aceleração, e também os motores diesel 1.6 TDI de 80 e 95 cv.

Todos os motores a gasolina tem de série uma caixa manual de apenas 5 velocidades, menos no Polo GTI que de série tráz uma caixa manual de 6 velocidades. Os motores diesel virão equipados também com uma caixa manual de 6 velocidades. Em opção para todos os motores diesel ou gasolina está disponível a caixa automática DSG de 7 velocidades, menos para o 1.4 MPI de 65 cv.

Este novo VW Polo tem os níveis de equipamento Trendline, Confortline, Highline, e mais tarde chegará ao mercado o R-Line e o Polo Beats (trás de série um potente sistema de som da marca Beats). A versão Trendline começa nos 16.284€, depois a Confortline tem o preço de 17.285€ e por fim a Highline com um preço de 25.318€. Já o Polo GTI tem o preço de 32.140€ quando equipado com caixa DSG.

A nível de opcionais, a lista é longa e claro está aumentará em muito o preço final do Polo, mas digo-vos que poderá equipar o seu com muitos equipamentos que só encontra em automóveis de segmentos superiores. É o caso do painel de instrumentos digital, do sistema de info-entretenimento de grandes dimensões com GPS, do cruise control adaptativo, do sistema de aviso de mudança de faixa, da assistência em saída de estacionamento, do sistema Park Assist, do sensor de ângulo morto, do sistema de deteção de fadiga no condutor, além do já habituais a/c automático e de sistemas de conetividade e carregamento wireless para smartphone. Já o sistema de travagem de emergência (Front Assist) é de série em todas as versões do Polo.

A marca alemã garante que este é o melhor Volkswagen Polo de sempre, com um comportamento dinâmico de referência no segmento devido ao aumento da rigidez estrutural, com um melhor pisar em estrada devido às modificações nas suspensões, com uma direção elétrica mais direta, com o aumento do espaço a bordo para os passageiros e da capacidade de carga da mala e com equipamentos de topo de segmento superior.

E com isso trago-vos agora a tal pergunta intrigante que vos falei no início do texto, será que vale a pena comprar um VW Golf, quando temos agora este novo Polo, que além de partilharem os dois a mesma plataforma, tem as mesmas tecnologias, são tão iguais por dentro e quase parecidos por fora? Valerá o Golf o dinheiro que se paga a mais?!

 

Nota: Os preços apresentados são PVP recomendados para Portugal Continental (incluindo impostos). Não incluem despesas de transporte, preparação e documentação. Os preços estão sujeitos a alterações sem aviso prévio. Confirme toda a informação junto do seu Concessionário Volkswagen.

 

Fonte: Revista Turbo / Volkswagen Portugal

Flat Out. Boas Curvas

Fábio Guedes

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.