WTCC – Honda mais forte no Japão, sempre com a chuva como companhia

O aquecimento global também afecta o automobilismo e na segunda prova no extremo oriente a chuva foi impiedosa e atrapalhou as festividades. O calendário do evento foi comprimido por atrasos na entrega do material e obrigou a organização a fazer tudo num dia. A chuva não colaborou e embora a corrida de Abertura tenha sido muito boa de seguir, a  corrida principal não teve história.

Monteiro caiu da 2ª posição e vê as contas do titulo complicarem-se.

Na qualificação os Honda foram melhores, com Michelisz a ser o mais rápido e com os 3 Hondas no top 5. Guerrieri adaptou-se bem à nova máquina e Michigami fez a sua melhor qualificação do ano em 5º. Catsburg e Girolami foram os homens que acompanharam os Honda na Q3 e Bjork ficou pelo 6º. Destaque para a pole de Gleason para a corrida de abertura e para as fracas qualificações de Coronel e Huff. Michigami e Catsburg sofreram penalizações por troca de motores, começando a corrida de abertura do fim da grelha.

86 GUERRIERI Esteban (arg) Honda Civic team Castrol Honda WTCC action during the 2017 FIA WTCC World Touring Car Championship race at Motegi from october 27 to 29, Japan – Photo Alexandre Guillaumot / DPPI

Corrida de Abertura

 

Chilton teve um bom arranque arrecadando o 1º lugar, ao contrário de Gleason que foi apanhado de surpresa pela pela rapidez com que a luz vermelha se apagou e caiu para o meio do pelotão, enquanto Bjork, Guerrieri e Girolami seguiam atrás de Ehrlacher, que aproveitou a má largada do seu colega de equipa para se colocar em 2º.

Mais atrás, Michigami fazia uma excelente recuperação e estava em 10º quando levou um toque de Catsburg que o fez perder várias posições. Mas os toques não ficaram por aqui, com Michelisz determinado em passar Girolami. O argentino cometeu um erro e ficou à mercê do húngaro. Ao tentar defender a posição, Nestor deu um toque em Norbi e este quase fazia pião, perdendo também muitas posições.

Michigami ainda não tinha desistido de dar espectáculo e envolveu-se com Huff numa luta em que saiu a perder, com um toque involuntário no britânico, que atrasou novamente o japonês.

Os toques dos Volvos valeram Drive Through a Girolami e Catsburg e por essa altura Michelisz fazia a ultrapassagem da corrida, passando Huff por fora numa manobra corajosa e espectacular.

A corrida estava animada mas o melhor estava para vir com a luta pelo 2º ao rubro. Bjork atacou Ehrlacher e Guerrieri aproveitou a deixa e também passou o jovem francês, atacando logo de seguida Bjork, numa manobra ambiciosa. O Honda e o Volvo tocaram-se várias vezes e Ehrlacher aproveitou para recuperar o 2º posto. Guerrieri bateu o pé a Bjork e manteve o 3º lugar.

Vitória para Chilotn que foi o mais rápido seguido de Ehrlacher com mais um excelente resultado e Guerrieri a fazer uma excelente estreia pela Honda.

Corrida Principal

Sem história para contar. A chuva aumentou de intensidade e o spray dos carros tornou a visibilidade quase nula. A corrida iniciou-se com o Safety Car que passado duas voltas recolheu. Tudo  se manteve inalterado até Bjork passar Michigami, que pouco tempo depois foi parar à gravilha com uma saída de pista motivada pela muita agua no asfalto. À volta 7 Chilton apanhou um susto e a direcção de corrida decidiu trazer de volta o Safety Car que rodou até estarem cumpridos 75% da distância de corrida para atribuir os pontos todos.

 

Destaques

Honda – Melhores em pista. O Civic foi a máquina mais rápida nas difíceis condições enfrentadas. Michelisz compensou a perda de pontos pela desclassificação da corrida japonesa por irregularidades nos motores Honda e venceu de forma fácil a corrida principal. Guerrieri teve uma excelente estreia e abriu uma porta para o futuro e Michigami mostrou que quando tem maior conhecimento da pista consegue melhorar um pouco.

Volvo – Um fim de semana negativo. Bjork não marcou os pontos que pretendia mas ainda assim está bem lançado rumo ao titulo. Girolami e Catsburg aproveitaram os resultados da qualificação para marcar mais alguns pontos e o holandês ainda pode tentar incomodar Bjork na luta pelo campeonato.

62 BJORK Thed (swe) Volvo S60 Polestar team Polestar Cyan Racing action during the 2017 FIA WTCC World Touring Car Championship race at Motegi from october 27 to 29, Japan – Photo Alexandre Guillaumot / DPPI

Ehralcher – O miúdo é muito bom. Mais uma vez em condições difíceis subiu ao pódio e confirmou que é um talento a ter em conta. Testou há pouco tempo para o DTM e não nos admiravamos nada que no final da época fosse parar a outros campeonatos

Huff e Coronel – Para esquecer. Mau na qualificação e mau na corrida. Huff perdeu o comboio do titulo e mesmo o troféu WTCC está mais longe.

Próxima paragem, uma das mais esperadas do ano… Macau

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.