Breves: F1, Dakar, WRC

Resumo das principais notícias do dia

Formula 1

 

Ora F***!

 

Pode ser daquelas asneiradas que pode ficar para sempre na história da Liberty Media e pode ser até motivo para algumas equipas apontarem o dedo a administração da F1. A história da mudança do logotipo fez correr muita tinta (mais do que a necessária), mas a F1 é um paradoxo… um desporto que vive das evoluções, dá-se mal quando se muda algo, principalmente os fãs. Ok o novo logo não era um primor mas fazia sentido mudar para algo mais moderno. Mas surge agora a possibilidade de nova polémica uma vez que a 3M (a malta dos post-its) tem um logo muito semelhante ao da F1, que usa numas calças de compressão. O registo da 3M foi feito em março de 2017 enquanto o da F1 apenas em Novembro. Embora o uso dos logotipos  deva ser feito em materiais completamente diferentes, estamos perante mais uma polémica e ficaremos a espera dos novos desenvolvimentos enquanto o assunto é estudado.

 

Faleceu Dan Gurney

 

Vencedor em Le Mans e na Indy 500, o piloto americano contava no seu curriculo com 4 vitórias, 6 poles e 19 pódios. Considerado por muitos um dos grandes talentos da F1 a não vencer um titulo, ao ponto de Mario Andretti afirmar que se tivesse pilotado pela Lotus ou pela Ferrari que teria ganho o campeonato por várias vezes. Era daqueles pilotos que competitivo em qualquer máquina de 4 rodas que se lhe colocasse à frente. Havemos de falar dele com mais pormenor no futuro. Faleceu ontem com 86 anos.

 

 

Dakar

O Dakar não foi hoje para a estrada devido à muita chuva que caiu e levou a organização a, atempadamente, cancelar a etapa de hoje, para alegria dos concorrentes que estavam a precisar de outro descanso. No entanto surgiu um caso estranho com Sainz e Peterhansel como protagonistas. Kees Koolen que compete nos quad´s, queixou-se que um dos pilotos Peugeot lhe deu um toque e que outro terá passado sem parar para prestar auxilio. O resultado da reunião feita hoje com os envolvidos resultou numa penalização de 10 minutos, encurtando a vantagem de Sainz para pouco menos de 1h.

 

WRC

Yves Matton deixou a Citroen

Mas foi por uma boa causa.  O francês faz agora parte rumo à FIA para ser director de ralis. Será uma espécie de Ross Brawn dos ralis, ficando responsável por toda a estratégia dos ralis a todos os níveis sendo também responsável pela administração e gestão regulamentar dos campeonatos e comissões desportivas associadas à FIA. Pierre Budar é o seu subsituto na estrutra francesa. Matton deixou um legado impressionante na Citroen, tanto no WRC como no WTCC. O sucesso da marca nas competições motorizadas também se deve Matton que segue agora um novo rumo na sua carreira e é por certo o homem certo no lugar certo.

 

 

Chicane Motores

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.