WRC – Rally da Alemanha: Volkswagen domina “à grande e à francesa”, na vitória de Ogier.

 

11907183_839163416181600_1565005116647967667_nO francês S. Ogier foi o grande vencedor e dominador do Rally da Alemanha a 9ª prova do Mundial de Ralis e já tem praticamente carimbada a revalidação o do título.

Foi uma prova dominada “de fio a pavio” pelo piloto da Volkswagen, que ainda teve alguma luta por parte do seu colega de equipa J. M. Latvala mas o ritmo imposto pelo piloto francês foi demais para toda a concorrência que via de longe Ogier vencer de forma bem esclarecedora.

Esta prova nos últimos anos tinha sido sinónimo de azar para a Volskwagen, pois desde que entrou no WRC ainda não tinha vencido este rally e tinha visto tanto Ogier com Latvala a serem brindado com azares múltiplos, que os retiraram dos lugares cimeiros. O melhor que haviam conseguido fazer foi na temporada passada, subir ao 3º lugar do pódio com Mikkelsen. Mas esta temporada as coisas foram bem diferentes, e os três pilotos da Volkswagen ocuparam e dominaram todo o rally, obtendo um “hattrick” com os três caros a ocuparem as três primeiras posições.

Ogier acabou na frente num rally em que foi apenas incomodado no primeiro dia de prova por Latvala mas, com  classe de campeão, soube gerir as emoções e dilatar a vantagem para o seu colega de equipa, que desesperava sem saber o que fazer mais para contrariar a rapidez do piloto francês.

11914942_839001139531161_8556773918225096342_nLatvala tinha com isso de se resignar ao segundo lugar da geral e sem correr grandes riscos, pois Ogier era completamente inatingível.

Mikkelsen foi também ele um confortável 3º classificado. Sem grande oposição atrás de si e sem chance lutar pelo segundo lugar, fez uma prova de gestão em busca o seu segundo pódio consecutivo nesta prova.

O piloto Norueguês tinha atrás de si “o melhor dos outros”, que era o espanhol D. Sordo em Hyundai, que travou um bom duelo “monomarca” com T. Neuville, que acabou por ser favorável ao espanhol, sendo mais consistente e consequentemente mais rápido que o piloto belga, assim remetido ao 5º lugar final de uma prova onde os Hyundai voltaram a dar boas indicações no asfalto, mas ainda longe dos “super Polo R WRC” que são neste momento de longe a melhor máquina do Mundial de Ralis.

Longe destas lutas ficou desde o primeiro dia K. Meeke da Citroen, que com uma saída de estrada e quebra de suspensão do seu Ds3 WRC, perdeu muito tempo e saiu de forma irreversível dos lugares pontuáveis, quando era 4º a lutar pelo 3º posto com Mikkelsen. Deixava assim a porta bem aberta aos pilotos da Volkswagen para obter um pleno no pódio final.

11928748_839169596180982_8911907708403832586_nO melhor dos pilotos M-Sport foi mesmo E. Evans na 6ª posição, sem surpresa, pois é sabido que o jovem britânico anda bem no asfalto e acabou por ser mesmo o único piloto “não Volkswagen” a vencer uma especial cronometrada, na SS19.

Aqui também houve uma luta interessante entre colegas de equipa. Tanak não teve um inicio fácil de rally, mas foi subindo de forma até “entrar nos eixos”. Pressionou o seu colega em busca do 6º lugar na geral, numa luta bem animada, mas o piloto da M-Sport não foi bafejado pela sorte e teve uma saída de estrada que o fez perder mais de um minuto, perdendo inclusive o 7º lugar para Ostberg, que seguiu esta luta de perto à espera de um deslize que acabou por acontecer. O piloto norueguês era assim o melhor dos Citroen, depois do atraso de Meeke e o jovem Lefebvre que seguia mais atrás na geral. Ostberg tentou salvar a honra da marca francesa, ainda que sem grande sucesso, com uma modesta prestação.

11888124_837940356303906_676365696148307437_nTanak caia assim para 8º e ai ficaria até final do rally, deixando atrás de si o terceiro dos Hyundai, H. Paddon que desta vez não teve argumentos para deslumbrar como já o fez esta temporada, ficando-se pelo 9º lugar final, ainda assim positivo para o jovem piloto neozelandês.

A fechar o top10 o jovem S. Lefebvre, a fazer a sua estreia pela equipa oficial da Citroen, ele que é um produto das escolas da equipa francesa, acabou por concluir no lugares pontuáveis e mais importante que isso, terminou o rally sem problemas.

Foi assim a história de uma prova toda ela dominada pelo pilotos da Volkswagen que continuam em condições normais a não ter concorrência à altura tanto do carro como dos pilotos da marca Alemã. E que bela forma “de vingar” os azares dos dois últimos anos, fazendo um pódio pleno de azul e branco!

Ogier adiou a festa do título, que ainda assim não deverá escapar ao francês mais rally menos rally, fica a classificação geral do Rally da Alemanha:

 

1. 1 Ogier Sébastien – Ingrassia Julien
Volkswagen Polo R WRC
M
RC1
3:35:49.5 104.1
2. 2 Latvala Jari-Matti – Anttila Miikka
Volkswagen Polo R WRC
M
RC1
3:36:12.5 +23.0
+23.0
103.9
0.06
3. 9 Mikkelsen Andreas – Floene Ola
Volkswagen Polo R WRC
M
RC1
3:37:46.1 +1:56.6
+1:33.6
103.2
0.31
4. 8 Sordo Dani – Martí Marc
Hyundai i20 WRC
M
RC1
3:37:58.8 +2:09.3
+12.7
103.1
0.35
5. 7 Neuville Thierry – Gilsoul Nicolas
Hyundai i20 WRC
M
RC1
3:38:23.3 +2:33.8
+24.5
102.9
0.41
6. 5 Evans Elfyn – Barritt Daniel
Ford Fiesta RS WRC
M
RC1
3:38:41.6 +2:52.1
+18.3
102.7
0.46
7. 4 Ostberg Mads – Andersson Jonas
Citroën DS3 WRC
M
RC1
3:39:02.0 +3:12.5
+20.4
102.6
0.51
8. 6 Tänak Ott – Mõlder Raigo
Ford Fiesta RS WRC
M
RC1
3:40:16.1 +4:26.6
+1:14.1
102.0
0.71
9. 20 Paddon Hayden – Kennard John
Hyundai i20 WRC
M
RC1
3:40:36.3 +4:46.8
+20.2
101.8
0.77
10. 12 Lefebvre Stéphane – Prévot S.
Citroën DS3 WRC
RC1 3:40:44.0 +4:54.5
+7.7
101.8
0.79

 

11061291_839154362849172_6330613023993676351_nEm WRC2 também tivemos alguém a dominar do início ao fim, foi Jan Kopecký que saiu na frente do rally e ali terminou a prova, levando o Skoda R5 a mais uma vitória no mundial.

Desta vez Lappi não foi capaz de estar na luta pela vitória até porque ficou fora de estrada bem cedo e deitou tudo a perder, até na luta pelos pontos. C. Breen em Peugeot 208 R5 ainda tentou “chatear” Kopecký mas em vão, pois o piloto checo foi de longe o mais rápido ao longo dos três dias de prova.

Na segunda posição acabou por ficar Eric Camilli, o francês tirou proveito do atraso de Breen no segundo dia de prova e garantiu um bom 2º posto. A fechar o pódio Quentin Giordano em Ds3 RRC.

Nasser Al-Attiyah foi apenas 4º na estreia do seu novo carro, o Skoda Fabia R5, ainda assim suficiente para assumir a liderança do campeonato WRC2 com dois pontos de vantagem sobre E. Lappi.

Classificação final WRC2:

 

1. 45 Kopecký Jan – Dresler Pavel
Škoda Fabia R5
RC2 3:47:18.8 98.8
2. 44 Camilli Eric – Veillas Benjamin
Ford Fiesta R5
RC2 3:51:32.6 +4:13.8
+4:13.8
97.0
0.68
3. 34 Giordano Quentin – Sarreaud V.
Citroën DS3 RRC
RC2 3:53:33.5 +6:14.7
+2:00.9
96.2
1.00
4. 38 Al-Attiyah Nasser – Baumel Matthieu
Škoda Fabia R5
RC2 3:53:55.3 +6:36.5
+21.8
96.0
1.06
5. 42 Breen Craig – Martin Scott
Peugeot 208 T16
RC2 3:54:12.8 +6:54.0
+17.5
95.9
1.11
6. 76 Suninen Teemu – Markkula Mikko
Ford Fiesta R5
RC2 3:54:22.0 +7:03.2
+9.2
95.9
1.13
7. 50 Solans Nil – Ibáñez Sotos M.
Peugeot 208 T16
RC2 4:03:37.6 +16:18.8
+9:15.6
92.2
2.61
8. 48 Kreim Fabian – Christian Frank
Škoda Fabia R5
RC2 4:04:12.1
1:00
+16:53.3
+34.5
92.4
2.71
9. 71 Carchat Joan – Ribeiro Claudi
Mitsubishi Lancer Evo X
RC2 4:10:54.1 +23:35.3
+6:42.0
89.5
3.78
10. 43 Maurin Julien – Klinger Nicolas
Ford Fiesta RRC
RC2 4:15:39.8
3:30
+28:21.0
+4:45.7
89.1
4.54

O WRC está de volta na segunda semana de Setembro, do outro lado do mundo, com a realização do Rally da Austrália de 10 a 13 do próximo mês.

Até lá…if in doubt flat out!

 

Carlos Mota

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.