F1 / WRC / Moto2: Breves

 

F1 – Halo recusado no grupo estratégico

 

Tanto se falou no Halo na sua implementação em 2017 e nos benefícios que trás aos pilotos, mas a proposta foi hoje chumbada no grupo estratégico da F1. Constituído por Mercedes, Ferrari, Red Bull, McLaren, Force India, Williams Bernie Ecclestone e Jean Todt, o grupo chumbou a introdução do Sistema de protecção para os pilotos em 2017. Todt era o maior defensor da medida mas esta teve pouco apoio por parte dos chefes de equipa, havendo vontade de que se estude outras alternativas.

Decisão acertada a nosso ver. Somos completamente a favor da introdução de dispositivos de segurança mas este precisa de ser revisto. Haverá soluções mais agradáveis à vista, pois os fãs também comem com os olhos e não imaginamos nenhum miúdo colocar um poster no seu quarto de um carro com aquilo por cima do capacete. É preciso outra solução mais eficaz e mais estética.

Os pilotos aprovavam a ideia do Halo e defendia que a luta pela segurança não devia ser afectada pela estética e Vettel foi uma das vozes que mais se mostrou a favor do dispositivo enquanto Hamilton sempre se manteve céptico quanto ao aspecto e funcionalidade do Halo. Para já volta tudo à estaca zero.

 

 

F1 – Restrições rádios canceladas

O grupo estratégico chegou a acordo em relação às comunicações radio. A partir de agora as comunicações voltarão a ser livres excepto na volta de apresentação para garantir que os pilotos não têm ajudas para a configuração da embraiagem. Esta decisão deverá ser aplicada em breve. Mais uma excelente notícia!

 

F1 – Vettel confiante na estrutura da Ferrari

O alemão não se mostrou preocupado com a saída de Allison da estrutura da Scuderia defendendo que há gente capaz dentro da equipa para assumir o cargo. O alemão mantém a confiança e diz que o presente e o futuro estão assegurados. No entanto não se sabe se o novo chefe apontado pelas chefias é uma solução definitiva ou temporária. Paddy Lowe está em final de contrato com a Mercedes e é o nome que começa a ser mais falado para a vaga, embora Ross Brawn seja constantemente falado também. Quanto a Allison o futuro poderá passar pela Renault, McLaren (de onde recebeu uma proposta) e Mercedes que terá de acautelar a possível saída de Lowe.

 

F1 – Button não gostou das manobras de Verstappen

Foi um dos temas de conversa do pós GP da Hungria. A estratégia de defesa de Verstappen não impressionou Raikkonen, que foi bastante critico em relação ao jovem holandês. Hoje foi a vez de Button afirmar que o que Max fez é perigoso. O experiente piloto afirmou que mudar de trajectória na zona de travagem é o mais perigoso que se pode fazer e relembrou os possíveis efeitos da manobra apontando as semelhanças com o acidente de Alonso com Gutierrez em Melbourne : “ e naquele caso o Gutierrez não se mexeu, agora imaginem se ele o tem feito propositadamente”.

Max Verstappen não usa este tipo de tácticas há pouco tempo. Desde o ano passado que o holandês pisava o risco nas defesas de trajectória, o que poderia prejudicar os adversários. Só que no ano passado todos aplaudiam, este ano como já venceu a atitude é diferente. É um pouco como dizer palavrões… quando se é pequeno e é a primeira vez, todos acham piada mas depois já é grosseiro.

As regras são simples: um piloto pode apenas mudar de trajectória uma vez e se o fizer incorre em penalizações e Verstappen deveria ter sido penalizado. Não porque nos agrada, pois queremos de ver o máximo de lutas em pista mas porque são as regras e a regra é feita para evitar comportamentos anti -desportivos e acidentes graves.

Verstappen tem um talento grande e é agressivo em pista e isso agrada-nos muito. Mas tem de respeitar as regras como os outros e neste momento há uma espécie de manto de protecção por parte da FIA ao piloto da Red Bull. Queremos um Max com a mesma postura no futuro mas dentro das regras tal como todos os outros.

F1 – GP de Itália em Monza por 88 Milhões

Segundo a imprensa italiana o acordo está fechado com a FOM e Monza será a casa da F1 até 2020. No entanto a história pode não ficar por aqui pois Imola também quer receber a F1 e poderá recorrer aos tribunais para questionar a decisão agora confirmada.

 

 

Miguel Oliveira  – Notícias em breve

O piloto português, que milita no Moto2, irá dar novidades em relação ao seu futuro em breve. No seu ano de estreia no Moto2 o piloto diz-se satisfeito com a equipa e com o andamento da época até agora mas admite que sentiu dificuldades no início uma vez que o Moto2 está mais competitivo este ano.  A sua moto é muito sensível a afinações e estas provocam um desequilíbrio que, por vezes, complica a vida ao piloto, que apontou as curvas lentas como o principal problema da moto, com a frente a fugir muito. Como as vagas no MotoGP parecem estar fechadas para já, o piloto irá apostar em força nos próximos dois anos no Moto2, com novidades em breve.

WRC – Tanak com a corda toda no início do rally da Finlândia

O piloto da Dmack começou forte o rally da Finlandia, conquistando o 1º lugar na SS1, a única do dia de hoje. O piloto fez os 2.3km da primeira especial em 1:45:9, o mesmo tempo que Mikkelsen, com Ogier a fechar o top3 com mais 0.1seg.  A distância para  o 4º aumentou para 1.2 com Neuville a ser mais rápido que Meeke. O britânico fechou o top 5 com mais 1.9 que o agora líder. Em WRC2 Evans foi o mais rápido e no troféu Drive Dmack a dupla portuguesa foi a mais rápida conseguindo para já uma vantagem de 0.6seg.

 

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.